Depois de 35 anos ABBA se reúne para gravar duas novas canções

abba

27 de abril de 2018 • Destaque • Visualizações: 296

O lendário grupo sueco ABBA anunciou nesta sexta-feira que seus quatro membros vão se reunir para gravar duas novas canções depois de 35 anos separados. “Nós quatro achamos que, depois de 35 anos, pode ser divertido unir forças de novo e entrar num estúdio de gravação. Então fizemos isso”, afirmou o quarteto em um comunicado, confirmando especulações a respeito da reunião do grupo. “Pode ser que tenhamos envelhecido, mas a canção é nova”, acrescentaram as estrelas.

Um dos dois títulos, “I still have faith in you”, será interpretado pela projeção digital dos integrantes durante um show televisionado em dezembro produzido pelos canais britânico BBC e americano NBC. O segundo título não foi revelado e os artistas não planejam uma reunião para cantá-lo em público.

Agnetha Fältskog, Anni-Frid Lyngstad, Björn Ulvaeus e Benny Andersson se separaram em 1982 depois de terem dominado o mundo da disco music por mais de uma década com canções como ‘Waterloo’, ‘Dancing Queen’, ‘Mamma Mia’ e ‘Super Trouper’. O grupo, que apareceu em um palco pela última vez em 1986, nunca se dissolveu, mas os quatro artistas afirmaram que já não cantariam mais juntos.

“A decisão de dar continuidade ao projeto excitante de uma turnê com projeções digitais teve uma reviravolta inesperada”, constataram os artistas no comunicado. Para eles, o encontro em um estúdio foi “uma experiência extremamente feliz”. “É como se o tempo tivesse parado e voltássemos de umas férias curtas”, escreveram no comunicado. “Foi a mesma bela alquimia”, afirmou o empresário Görel Hanser, entrevistado pela agência local TT. “Todo mundo encontrou seu papel e cantou, cantou e cantou”, disse.

Os quatro suecos marcaram os anos 70 com suas melodias cativantes, roupas exuberantes e videoclipes kitsch. Eles se tornaram famosos ao vencer o Eurovision em 1974 com “Waterloo”. Mas hoje sua popularidade excede em muito o clã dos nostálgicos. Graças em particular ao musical Mamma Mia, criado em 1999, e ao filme homônimo, lançado em 2008, a música do ABBA conseguiu atingir um público que nasceu muito após seu auge. Contactado pela AFP, Björn Ulvaeus, não estava disponível para comentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *