Cientistas podem ter descoberto a cura para a calvície

calvície

21 de maio de 2018 • Destaque, Saúde • Visualizações: 105

Pesquisadores britânicos descobriram uma potencial cura para a calvície usando um remédio originalmente desenvolvido para tratar a osteoporose.

Durante testes de laboratório, os cientistas identificaram que a droga teve um efeito forte sobre os folículos pilosos, estimulando-os a crescer.

A substância contém um componente que tem como alvo uma proteína que atua como freio no crescimento do cabelo e seria uma das responsáveis pela calvície.

A pesquisa, da Universidade de Manchester, foi feita com a amostras de couro cabeludo de mais de 40 pacientes que passaram por transplante.

Ainda há poucos medicamentos e terapias no mercado para tratar o problema.

O líder do projeto, Nathan Hawkshaw, disse em uma entrevista que um teste clínico seria necessário para avaliar se o tratamento seria realmente efetivo e seguro para as pessoas.

Calvície

A calvície afeta cerca de metade dos homens até os 50 anos de idade, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), e é um problema que até hoje não tem uma solução médica definitiva.

A queda de cabelo é um problema de rotina e geralmente não é um motivo para gerar preocupações. Mas alguns tipos desse problema são temporários e podem ser sintomas de outros problemas de saúde.

É recomendado procurar um médico quado ocorrer queda de cabelo repentina, quando aparecem no couro cabeludo ‘buracos’ sem cabelo, quando caem ‘chumaços’ de cabelo ou quando há inchaço ou queimação na cabeça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *