Montauri comemora 32 anos de emancipação, em entrevista o Prefeito Jairo Roque Roso comenta sobre a data e da atual situação na saúde, economia e clima.

9 de maio de 2020 • Cidades, Entrevista, Montauri, Últimas Notícias • Visualizações: 721

Apesar do momento difícil em que estamos vivendo devido ao novo coronavírus, com uma série de restrições que refletem na saúde e também na economia, como a redução de arrecadação, Montauri está conseguindo manter o cronograma de obras e ações planejadas de seu governo?
Jairo R. Roso –
Em Montauri a realidade não é diferente dos demais municípios quanto a arrecadação de impostos que certamente vai ter uma redução, não só em vista da pandemia do novo coronavírus, mas também, da forte estiagem que atingiu o estado e o nosso município. Estamos sentindo os reflexos agora, mas, acredito que a questão econômica será mais intensa em 2021.

Os recursos hídricos da nossa região estão cada vez mais escassos devido à estiagem. Quais a medidas adotadas no município para amenizar a situação? Em relação a safra deste ano, quais foram os reflexos?
Jairo R. Roso –
Os recursos hídricos com a estiagem estão mais escassos. O abastecimento de água em Montauri é de responsabilidade de prefeitura e abrange a cidade e o interior. A cada ano conseguimos conforme a lei fazer um reajuste nas contas para compensar os custos com energia e manutenção do serviço. Apesar de ser cobrada uma taxa por hidrômetro, a arrecadação ainda é deficitária. Em virtude da estiagem o poder público municipal fez uma campanha para a população se conscientizar sobre o consumo e o desperdício da água, sendo que a população foi bem compreensiva e solidária. Em Montauri, as lavouras tiveram uma perda muita grande e que certamente vai repercutir também no ano de 2021, especialmente na bacia leiteira, os impactos serão sentidos mais no futuro, pois os animais estão sendo alimentados ainda com a silagem do ano passado que é de boa qualidade. Já, a deste ano é de péssima qualidade.

Como o Sr. avalia até o momento as ações adotadas pelo governador Eduardo Leite no enfrentamento ao novo coronavírus no Rio Grande do Sul? E quais são os impactos em seu município?
Jairo R. Roso –
Estamos cumprindo as determinações estabelecidas nos decretos do Governo do Estado. No dia 30 de Abril, o Governador assinou um decreto que dava poderes aos prefeitos para flexibilizar alguns segmentos, em Montauri o nosso decreto municipal foi publicado na segunda-feira dia 04/05, onde excluía o fechamento do comércio. Mas, o Ministério Público (MP) se manifestou e solicitou o fechamento dos estabelecimentos comerciais, sendo assim, nesta sexta-feira dia 08/05, publicamos um novo decreto, atendendo a solicitação do MP.
Não temos ainda como contabilizar os prejuízos, pois são assuntos que demoram para ter o resultado. Mas, de qualquer forma já estou ciente que haverá redução na arrecadação do ICMS e FPM (Fundo de Participação dos Municípios), apesar que nosso município é essencialmente agrícola e nesta questão temos uma vantagem em relação a outros municípios onde o turismo por exemplo é a maior fonte de renda.

Sua mensagem aos munícipes neste momento de tantas situações atípicas, mas que registra o mês de aniversário de Montauri.
Jairo R. Roso –
Neste 9 de Maio o município completa 32 anos de emancipação, tínhamos uma ampla programação de festividades para todo o mês, que foi suspensa para evitar aglomerações devido a pandemia do novo coronavírus. Mas, a data não ficará em branco neste ano. Programamos uma missa de Ação de Graças, que será celebrada na Igreja Matriz e transmitida pela rádio local, onde todos os munícipes poderão acompanhar de suas casas.

Um aniversário sempre é uma data especial e também é um momento de fazermos uma reflexão. Em meu nome e do vice-prefeito Cacildo Possa, apesar de todas as turbulências que estamos vivendo com duas situações desfavoráveis, a estiagem e a pandemia, estamos trabalhando para fazer o melhor para os munícipes, cuidando da saúde financeira da prefeitura e da saúde de cada cidadão montauriense. Também agradeço a todas as pessoas que ao longo destes 32 anos (prefeitos, vice-prefeitos, secretários) que se envolveram direta e indiretamente com as gestões públicas, atual e passadas. Todos os vereadores que passaram neste período, pois sempre houve a união do executivo e do legislativo, para que juntos trabalhassem em prol do desenvolvimento. Friso aqui também, quem teve o trabalho lá no início quando da emancipação, toda a comissão emancipacionista, enfim, todas as pessoas que se envolveram e acreditaram em nosso município.
Contamos com o apoio da comunidade, pois vamos realizar muitas ações até o final do ano e pedimos para que os cidadãos continuem acreditando, pois muitas coisas boas vão acontecer e que esta questão do isolamento que está afetando nossos munícipes e o mundo todo há de terminar o quanto antes e a vida irá voltar ao normal para podermos trabalhar e também confraternizar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *