Com discurso forte, Moro anuncia saída do governo Bolsonaro

24 de abril de 2020 • Destaque, Política • Visualizações: 240

Ex-ministro da Justiça considerou ofensivo ato que terminou com exoneração de diretor-geral da PF

Sergio Moro não é mais ministro da Justiça. Com um discurso forte, permeado por revelações importantes, o anúncio da saída foi feito nesta sexta-feira, em Brasília, horas depois da confirmação da demissão do diretor-geral da Polícia Federal. Moro é o segundo ministro a deixar o governo federal em pouco mais de uma semana.

Antes dele, Luiz Henrique Mandetta foi demitido pelo presidente por conta de divergências em função do isolamento social durante o combate ao novo coronavírus. A saída de Moro quase se tornou oficial nessa quinta, assim que soube da intenção de Bolsonaro em exonerar Maurício Valeixo. A ala militar da administração havia conseguido convencer o ministro a permanecer, mas a gota d’água foi a confirmação da demissão de Valeixo.

Nome preferido
Jornais do centro do país indicam que o atual ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Jorge Oliveira, homem de confiança de Bolsonaro, pode ser o novo ministro da Justiça. Oliveira é ex-policial militar e advogado.

Jorge Oliveira também foi assessor jurídico do então deputado federal Jair Bolsonaro e chefe de gabinete do deputado federal Eduardo Bolsonaro. Em 1 de janeiro de 2019, assumiu a subchefia de Assuntos Jurídicos da Casa Civil da Presidência da República no governo Bolsonaro. No dia 21 de junho de 2019, assumiu a função de ministro-chefe da Secretaria Geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *